domingo, 20 de setembro de 2009

curta: lenda urbana?

Me contaram o causo por agora. A pessoa jura de pé junto que estava presente, foi uma testemunha ocular. Para mim, essa é boa demais para não ser lenda urbana. Se não for, espero sinceramente que vire uma!

Em uma fila de caixa em um supermercado, uma senhora com carrinho e uma mãe com um filho de mais ou menos 10 anos atrás. No caixa ao lado, a pessoa que me contou a história.
Diz ele que o menino ficava batendo com o carrinho nas pernas e costas da senhora e que a mãe nada fazia para repreender o moleque.
A certo ponto, conta ele com ganas de ir lá e fazer o menino parar (não entendi porque não foi), a senhora vira para o menino e pede:
-Você poderia parar, por favor? Está me machucando.
A mãe do menino responde por ele:
-A senhora me desculpe mas em casa não o proibimos de fazer nada.
No caixa do lado oposto a que isso acontecia, um senhor ouve e sem perder tempo pega uma embalagem de ketchup, anda em direção a mãe, abre a embalagem e vira na cabeça dela dizendo:
-A senhora me desculpe, mas minha mãe nunca me proibiu de fazer nada em casa também.

2 comentários:

Anônimo disse...

Amei!!! Esta cena eu queria ter visto...
Claudia

todoyda disse...

Menina, se não for verdade está bem perto.
Os pais ou estão permissivos demais ou estão terceirizando a educação de seus filhos.
Eu tenho uma amiga que fez um post ótimo sobre NÃO TER FILHOS.
Em resumo ela diz o seguinte: se você não quer gastar dinheiro, ter responsabilidade, dormir pouco, ter que dar atenção a alguém mesmo quando você está cansado, ter seus projetos pessoais adiados, etc, não tenha filhos. É perfeito.
Este é o exemplo disso.
bjks
Cristiane